Menu

NTS & Do.Be. – Cola e papel


Para ver a letra desta música, clica em…

LETRA:

São rimas soltas, são rimas soltas
ya, como colagens que eu fazia
em tempo de aprendizagem na escola da freguesia
não ia à bola com a tesoura, era o puto da cola
colava imagens de forma a criar histórias
telenovelas ou os meus filmes de acção
tudo aquilo que eu quisesse com papel colado em cartão
cartão esse que eu troquei por uma caneta
fiz dela um foguetão e bazei do planeta
eu fui levado, sugado,puxado para um buraco
conheci um mago duma história que tinha colado que me disse para fazer da vida uma colagem de momentos
criar a tua página no livro do tempo
mais vale ter recortes de um dia cinzento
do que uma folha caída no esquecimento
eu bem tento deixar a marca em cada dia
mas por vezes o dia passa e deixa a marca que não queria

Refrão: (x2)

Faz da tua vida uma colagem de momentos.
Cria uma página no livro do tempo.
Mais vale recortes de um dia cinzento
do que uma folha em branco caída no esquecimento.

O tempo foi passando, roubando tempo ao tempo pra ir fazendo umas colagens de vez em quando
quando eu dei conta
dexei o papel que colava para ir em busca daquele que pagava as contas

e afinal de contas onde está esse rapaz
que levava tareias atrás do bloco A?
escondia-se nos intervalos
faltava às aulas com medo de represálias
digam-me onde é que ele está?

Na na,
São rimas soltas, é só isso
são devaneios sem compromisso

eu comprometo-me a a ser livre e a escrever sem razão
como fazia no início, sem preocupação, sem pressão
só vontade de usar a imaginação
num intervalo escondido a escrever na arrecadação

mas eu não tento apagar momentos
apenas criar NOVOSTEMPOS
que superem os dias cinzentos

Faz da vida uma colagem de momentos.
Cria uma página no livro do tempo.
Mais vale recortes de um dia cinzento
do que uma página em branco

Toda gente conta histórias, mas nem todos têm uma
na, nem todos têm a sua.
Há quem viva com pedaços de papel de outrem
e os use para colar uma história que não pertence a ninguém

Mas eu sei, é como ser um rei sem coroa
e mais perigoso do que não ter vida, é viver a de outra pessoa
há coisas que simplesmente não dão pra entender
pra que ser o que tu não és quando não és o que podes ser?

saio de casa com um sorriso na cara, felicidade estampada
a tempestade ficou guardada dentro daquele copo de água
onde fazia sentido toda a pressão, a tristeza e a mágoa

agora essa página é parva, mas não rasgo do livro
acontece por uma razão, tudo tem o seu motivo
eu vi,ao vivo e a cores como isto faz sentido
e agora sim, dou ouvidos ao que o mago me disse a mim

Refrão: (x2)

Faz da tua vida uma colagem de momentos.
Cria uma página no livro do tempo.
Mais vale recortes de um dia cinzento
do que uma folha em branco caída no esquecimento.

Faz da tua vida uma colagem de momentos. (no esquecimento)
Cria a tua página no livro do tempo (no esquecimento)
Mais vale recortes de um dia cinzento
(no esquecimento)

Refrão: (x2)

Faz da tua vida uma colagem de momentos.
Cria uma página no livro do tempo.
Mais vale recortes de um dia cinzento
do que uma folha em branco caída no esquecimento.

Músicas Relacionadas

Comentar

Deixe uma resposta

Subscreve os canais

Videoclip do Mês – Piruka

Vedeta Phareal